8 de set de 2015

Fábia Escobar - Quadros Feitos com Madeira Reaproveitada.

Nas minhas andanças pelo Instagram, certo dia me deparei com o trabalho de uma artista  que chamou minha atenção. Meu lado colecionadora de arte - que ainda não existe - ficou entusiasmadíssima. Pena não ter dinheiro, nem parede para tal. No entanto, sinto que é também meu dever compartilhar o trabalho desta artista que, além de talentosa, adota um viés socioambiental e faz da sua arte um instrumento para o reaproveitamento de madeira descartadas.


Vejam seus quadros!











Minha curiosidade foi tamanha, que entrei em contato com ela e consegui uma entrevista!


Quando começou a manifestar sua arte? Com que idade e de que forma? 
A área artística sempre esteve presente na minha vida. Desde pequena sempre gostei de mexer com diversos materiais, pintar, desenhar, fazer eu mesma as coisas que gostava.
Na adolescência já sabia que faria algo relacionado a arte, design. Fiz colegial técnico em artes gráficas e com 17 anos já trabalhava num estúdio de design fazendo logotipos, folhetos, sinalização, embalagens.
Na sequência fiz faculdade em desenho industrial na FAAP porque adorava desenhar móveis, as oficinas de madeira eram as que eu mais me identificava.
Mas meus caminhos me levaram em outras direções e fui trabalhar com internet, sempre na área criativa.
Ha alguns anos fiz pós-graduação na França em gerenciamento de projetos e quando voltei estava decidida que queria mesmo era mexer com madeira, sair um pouco da frente do computador, fazer algo novo.

Quando você começou a trabalhar com madeira e o que te influenciou?
Inicialmente pensei em desenhar e produzir móveis usando meus conhecimentos design gráfico e de produto. Me interessei em usar como tema as carrocerias de caminhão pintadas a mão. Fui pesquisar e acabei encontrando uma oficina que reformava carrocerias antigas, onde comprei algumas madeiras e a partir dai comecei a testar e experimentar.
Hoje continuo usando as madeiras das carrocerias, minhas preferidas, mas trabalho também com madeiras de descarte de marcenarias, tacos usados, madeira de demolição, etc.

O que você mais gosta no manuseio com a madeira?
Gosto muito das diferentes texturas, quanto mais judiada e gasta o trabalho fica mais interessante.
Uso a pintura para evidenciar e destacar estas texturas.

O que te motiva a criar?
O prazer de combinar cores, texturas. Poder falar algo com meu trabalho, falar de uso adequado da madeira, falar de uma cultura (pintar carrocerias) que está acabando.

Quanto tempo de criação, do projeto até a conclusão?
Depende muito do tamanho e do propósito, se é um quadro um tampo de mesa.
O jeito de trabalhar também é diferente, as vezes desenho no computador o que vou fazer, as vezes crio na hora de acordo com as madeiras que tenho em mãos.

Como é feito o garimpo de madeira para reutilizar na sua arte?
Já tenho alguns lugares que conheço e que me fornecem as madeiras

Além de artista você exerce outra profissão? Se sim qual e como administra seu tempo?
Hoje estou praticamente dedicada a este trabalho.

Como é o mercado de trabalho do artista?
Estou muito feliz fazendo algo que me dá prazer mas ainda tenho muito a percorrer. A internet hoje ajuda muito a divulgar e conhecer pessoas, abre novos caminhos.

Como surgiu o Nabuena.com.br?
O Nabuena ainda está em teste, seria um espaço para vender além dos meus quadros, objetos que acho interessante e tem o mesmo conceito que o meu, mas pela falta de tempo estou mais dedicada aos quadros.
Logo mais terei meu site fabiaescobar.com.br onde devo divulgar e vender exclusivamente os meus quadros.

Quais são seus planos para o futuro, até onde você planeja chegar com sua arte?
Não planejo, as oportunidades e caminhos aparecem no percurso.
A curto prazo pretendo divulgar mais meu trabalho e fazer parcerias com outros artistas.

Já acumula muitas farpas nas mãos? Rs
farpas de monte, calos, dores nas costas...rsrsrs

Para quem quiser conhecer mais trabalhos da Fábia:
Instagram:@fabiamescobar
Contato: nabuenadesign@gmail.com


1 de set de 2015

Cadernos Estampados Craft

Com carreira consolidada como Gerente de RTVC em grandes agências do Rio de Janeiro, e forçada a tirar um período sabático, Babi decidiu pôr em prática sonhos antigos. Ela sempre quis trabalhar com organização, decoração de eventos e criação de brindes diferenciados. Já era algo natural, pois ela costumava arrumar os armários das amigas e produzia festinhas na agência ou na casa de amigos. 

Babi, então, decidiu usar seu tempo livre para começar a colocar em prática alguns destes sonhos. Ela já amava papelaria e. tendo um maridão Diretor de Arte e Designer em casa, pensou em criar cadernos com estampas diferenciadas. O marido criou a marca e embalagem, a criação dos cadernos e divulgação ficou com ela. Para aprender a executar o trabalho com perfeição Babi pesquisou técnicas no YouTube! Incrível né?

Os cadernos são lindos!! As vendas estão indo de vento em popa! Ela já está em busca de lojas interessadas na revenda! O negócio parece bem promissor.





Hoje ela trabalha com o modelo de caderno 140x202 mm e 200x275mm e Moleskini de 85 x 140 mm. Vem mais novidades por aí.

Além do caderno tem o porta retrato com o tema do Bonfim, super alegre para sua decoração e um ótimo presente.








Quem quiser comprar os produtos Babi pode entrar em contato através da página: https://www.facebook.com/designbabi